Em derrota do governo, Congresso derruba veto as “saidinhas”