Halison Junior Lunardi

11 Flips | 1 Magazine | 19 Likes | 2 Following | 9 Followers | @halisonjl | Keep up with Halison Junior Lunardi on Flipboard, a place to see the stories, photos, and updates that matter to you. Flipboard creates a personalized magazine full of everything, from world news to life’s great moments. Download Flipboard for free and search for “Halison Junior Lunardi”

Opinião: Merkel não pode impor sua política para refugiados

Quem se opõe à imigração ilimitada defendida pela premiê alemã tem sido tachado de direitista. Mas juristas constitucionais começam a se manifestar, …

America Latina - O Brasil está mudando de posição sobre a Venezuela?

Após insistir durante anos em um comportamento que variava entre a neutralidade e o apoio velado, o governo brasileiro parece estar começando a …

Aconteceu o que muitos temiam: os Teslas estão evoluindo - Meio Bit

Postado por Carlos Cardoso, 3 anos atrás, em Destaque, Destaques, Hardware, Robótica<p>Quando você compra um carro, você compra toda a estrutura por …

Máquina de lavar a pedal — e faz muito sentido

Postado Por Carlos Cardoso em 25 11 2015 em Destaque, Destaques, Engenharia, Hardware<p>O bem mais precioso, o principal recurso não-renovável que uma …

O Causo do Programador Preguiçoso - Meio Bit

Postado por Carlos Cardoso, 3 anos atrás, em Destaque, Destaques, Software, Software<p>Uma vez quando eu trabalhava como Analista de Sistemas me …

O terror contra o desejo

O Estado Islâmico não abomina o capitalismo. Ele abomina a tolerância e os direitos das mulheres<p>Os atentados terroristas em <b>Paris</b> têm um quê de crime …

Olivier Roy: “O Estado Islâmico cometeu um erro”

O pesquisador francês afirma que, com os ataques a Paris, o grupo uniu contra si inimigos poderosos e o extenso território que domina será uma …

O surpreendente lado ruim de ser inteligente

<b>Temos uma tendência a pensar em gênios como seres atormentados por angústias existenciais, frustrações e solidão – a escritora Virginia Woolf, o matemático Alan Turing e até a fictícia Lisa Simpson são estrelas solitárias, isoladas apesar de seu brilho.</b><p>A questão pode parecer um assunto que atinge …

Explore os remédios mais consumidos do mundo

Gráfico interativo mostra os 10 medicamentos mais comprados nos 30 países que mais vendem fármacos no mundo<p>Os remédios mais comprados em diferentes …

Para economizar, historiador mora dentro de van em universidade dos EUA

Quando foi aceito na pós graduação da Duke University, o norte-americano Ken Ilgunas não tinha dinheiro suficiente para bancar seu curso e o custo de …

"Doutora Dilma, chame Xi Jinping". Elio Gaspari, O Globo Em setembro de 2012 houve um acidente de trem na cidade chinesa de Xian e o chefe do serviço de segurança do trabalho da região foi fotografado rindo. Em seguida, um blogueiro mostrou que o companheiro Yang Dacai tinha uma coleção de relógios, inclusive um patacão Constantin de 30 mil dólares. Dacai foi demitido e mandado ao ostracismo. Construir ferrovias pode ser um bom negócio, mas cuidar dos seus contratos é um ofício mais lucrativo e menos trabalhoso. Na China, o mandarim que cuidava disso acabou na cadeia. Seu irmão, que faturara US$ 50 milhões em mimos, cumpre uma pena de 16 anos. E em Pindorama? Salvo algumas boas experiências com a privatização da malha, o transporte ferroviário brasileiro é uma ruína pública e privada. Mesmo sabendo que a fama da burocracia chinesa está entre as piores do mundo, a doutora Dilma bem que poderia assinar um contrato de prestação de serviços com o presidente Xi Jinping, entregando-lhe a administração da moralidade dos trilhos nacionais. O comissariado petista não inventou essas bocarras, apenas preservou-as. Em 1976 a Viúva comprou 68 locomotivas elétricas francesas por US$ 500 milhões. Nunca rodaram, viraram sucata e ninguém foi preso. O repórter André Borges acaba de expor o descalabro da ferrovia Norte-Sul. É a sétima obra de transporte mais cara do planeta. Lançada em 1987, em tese ligaria o Pará ao Rio Grande do Sul. Só no governo de Lula essa linha comeu R$ 4,2 bilhões no trecho de Palmas (TO) a Anápolis (GO). Ela deveria ter sido entregue em 2008. A empreitada teve 17 aditivos e liga o nada a coisa nenhuma. Há nela túneis prontos sem malha e pastos no leito. O Tribunal de Contas achou 280 quilômetros inacabados, porém considerados entregues. Isso e mais R$ 27 milhões superfaturados. Em 2011 o Ministério Público acusou o doutor José Francisco das Neves (“pode me chamar de Juquinha”), presidente da estatal encarregada da ferrovia, de ter desviado R$ 71 milhões em 105 quilômetros da Norte-Sul. (Rodava a R$ 676 mil por quilômetro.) Juquinha foi demitido em 2011 e, no ano seguinte, posto na cadeia por poucos dias. De 2003 a 2007, o doutor tomou conta do projeto do trem-bala. Felizmente, o Padre Eterno ainda não deixou que se tirasse esse trem do papel. Custaria R$ 19 bilhões, sem dinheiro da Viúva. Estima-se que venha a custar R$ 50 bilhões, com a boa senhora bancando a iniciativa. O trem-bala não existe, mas já criou uma estatal. A única coisa que seus transportecas conseguiram foi anunciar leilões fracassados, gastando pelo menos R$ 63,5 milhões. A folha de pagamento da empresa tem 151 pessoas. Há pouco a doutora Dilma devolveu o Ministério dos Transportes ao Partido da República, de cuja cota de poder saiu Juquinha. Há uma diferença entre o modelo chinês e a administração de Lula e da gerentona Dilma. No Império do Meio furta-se, mas as obras ficam prontas e a taxa de risco dos burocratas é maior. A malha ferroviária chinesa tornou-se a terceira do mundo. O Brasil tem hoje 30 mil quilômetros de ferrovias que começaram a ser construídas no Império. Pois a China, que começou suas obras na mesma época, durante a dinastia Qing, tem uma malha de 91 mil quilômetros e está construindo mais 24 mil.